quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Creches conveniadas: professoras tem piso de 1200, mas outros profissionais aguardam dissídio

A Portaria 4338 de SME, garantiu piso de R$ 1.200,00 a professoras de creches e CEIs conveniados. Os percapitas pagos pela Prefeitura por criança atendida pelas entidades também sofreu reajuste. Porém, os demais trabalhadores ainda reclamam não estar entre os beneficiados pela negociação ocorrida em agosto. Segundo o sindicato da categoria, SITRAEMFA, os outros trabalhadores da categoria aguardam reunião do patronal para avaliar a reivindicação de 10% de reajuste.

PORTARIA Nº 4.338, DE 16 DE AGOSTO DE 2010
Altera  a  Portaria  SME  3969,  de  18/08/2009,  republicada  no  DOC  de  10/09/2009,  com alterações  posteriores  O  SECRETÁRIO  MUNICIPAL  DE  EDUCAÇÃO  no  uso  de  suas
Atribuições legais e CONSIDERANDO:
- a necessidade de assegurar melhores condições de funcionamento da rede conveniada de Creches  e  Centros  de  Educação  Infantil;  -  a  política  de  valorização  dos  profissionais docentes, habilitados na forma da lei em exercício nas instituições conveniadas, RESOLVE:
Art. 1º - O item 3 do Anexo I da Portaria SME 3969, de 18/08/2009, republicada no DOC de 10/09/2009 e alterações Subseqüentes, fica acrescido do seguinte subitem:
“3.7 – DA REMUNERAÇÃO MÍNIMA
A  remuneração  dos  profissionais  docentes,  habilitados  na  forma  da  lei  em  exercício  nas instituições  conveniadas  não  poderá  ser  Inferior  “ao  estabelecido  em  Portaria  da  SME, conforme mencionado no item 2.1.2 do Anexo II.”
art. 2º - O item 2.1.2 do Anexo II da Portaria SME 3969, de 18/08/2009, republicada no DOC de 10/09/2009 passa a ter a Seguinte redação:
“2.1.2  – Os  valores  do  “per  capita”  e  da  remuneração mínima  dos  profissionais  docentes mencionada  no  item  3.7  do  Anexo  I  serão  definidos  em  Portarias  da  SME,  publicadas  no DOC.”
Art. 3º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
PORTARIA Nº 4.339, DE 16 DE AGOSTO DE 2010
Atualiza o valor do “per capita” e adicional berçário para as Creches e Centros de Educação Infantil – CEIs da Rede Conveniada Da Cidade de São Paulo O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO no uso de suas atribuições legais e CONSIDERANDO:
- a necessidade de assegurar melhores condições de funcionamento da rede conveniada de Creches e Centros de Educação  Infantil;  - a negociação coletiva anual para  funcionários de instituições de educação infantil para o ano de 2010;
- a política de valorização dos profissionais docentes, habilitados na forma da lei em exercício nas instituições conveniadas,
RESOLVE:
Art.  1º  - O  valor  “per  capita”  e  adicional  berçário  para  as Creches  e Centros  de Educação Infantil da Rede  Indireta e Conveniada da Cidade de São Paulo  ficam  reajustados em 20% (vinte por cento), a partir de 01/08/2010, na seguinte conformidade:
Faixa de atendimento Valor per capita Valor adicional berçário 
Da 1ª a 60ª criança Da 61ª a 90ª criança Da 91ª a 120ª criança A partir da 121ª criança
Até 60 crianças R$ 339,00 R$ 109,00
De 61 a 90 crianças R$ 339,00 R$ 271,00 R$ 109,00
De 91 a 120 crianças R$ 339,00 R$ 271,00 R$ 251,00 R$ 109,00
Acima de 120 crianças R$ 339,00 R$ 271,00 R$ 251,00 R$237,00 R$ 109,00
Art. 2º - A alteração referida no artigo anterior destinar-se-á, Prioritariamente, ao reajuste dos salários dos profissionais de Educação infantil da rede  indireta e conveniada, habilitados na Forma da lei.
Art. 3º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário, em especial a Portaria SME nº 664, de 20/01/10.
PORTARIA Nº 4.340, DE 16 DE AGOSTO DE 2010
Fixa o valor mínimo da remuneração dos profissionais docentes, Habilitados na forma da lei, em  exercício  nas  instituições  conveniadas,  Conforme  disposto  nos  itens  3.7  do  Anexo  I  e 2.1.2 do Anexo II, ambos da Portaria SME nº 3.969 de 18/08/2009, Republicada no DOC de 10/09/2009
O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO no uso de suas Atribuições legais RESOLVE:
Art. 1º - A remuneração dos profissionais docentes, habilitados na forma da lei e em exercício nas  instituições conveniadas, Conforme disposto no  item 3.7 do Anexo  I e no  item 2.1.2 do Anexo  II,  ambos  da  Portaria  SME  3969,  de  18/08/2009  deverá  ser  de,  no  mínimo,  R$ 1.200,00 (um mil e duzentos reais) a partir de 01/08/2010.
Art. 2º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

34 comentários:

  1. ACHO TRISTE UM PROFESSOR GANHAR MAIS DO QUE UM COORDENADOR E UM DIRETOR . ACREDITO QUE UMA ESCOLA NECESSITA DE ALGUEM PARA DIRIGI-LA. O SH PRECISA DE ALGUEM PARA CONDUZI-LO. HÁ UM DESRESPEITO MUITO GRANDE. NÃO QUE ESSA CATEGORIA NÃO MEREÇA , MAS E AS OUTRAS. ESTAMOS NOS SENTINDO DESVALORIZADAS. ACHO QUE ANRES DE SE TOMAR UMA DECISÃO DEVEM PENSAR QUE A ESCOLA É UM TODO E QUE DECISÕES IGUAIS A ESSA DEVEM SER PENSADAS ANTES DE SEREM EXECUTADAS.

    ResponderExcluir
  2. INFELISMENTE TENHO QUE CONCORDAR COM O(A) COLEGA ACIMA, SE ESTA PREVISTO UM AUMENTO CONSIDERAVEL AS PROFEESORAS (POR MÉRITO), DEVERIAM TAMBÉM TER REPASSADO ESTE AUMENTO AS COORDENADORAS E DIRETORAS, POIS NA ATUAL CONJUNTURA É MUITO MAIS VIÁVEL FICAR COMO PROFESSORA TENDO COMO RESPONSABILIDADE APENAS A SUA SALA, DO QUE SER COORDENADORA OU DIRETORA E TER QUE CARREGAR A ESCOLA PRATICAMENTE NAS COSTAS, PORQUE É ISSO QUE A DIRETORIA DE ENSINO DEIXA BEM CLARO "A RESPONSÁBILIDADE DE TUDO QUE ACONTECE NA ESCOLA É DA DIREÇÃO".
    ENTÃO JÁ QUE CARREGAMOS TANTA RESPONSABILIDADE NÃO DEVERIAMOS TAMBÉM TER UMA BONIFICAÇÃO? JÁ QUE, O QUE AS PROFESSORAS RECEBERAM FOI UMA BONIFICAÇÃO E LOGO MAIS RECEBERÃO TAMBÉM O AUMENTO DO DISSÍDIO, É VERGONHOSO PRA NÃO DIZER RIDICULO.

    ResponderExcluir
  3. qUERIDAS AS CEIS SÓ FUNCIONAM MEDIANTE PROFESSORES ENGAJADOS PARA ISSO. COORDENADORES E DIRETORES, SOMENTE SERVEM PARA IR À COORDENAÇÃO E DIRETORIA DE ENSINO, OU SEJA CABELEIREIROS, MANICURES E ATÉ UM HAPPY H. DURANTE A SEMANA!!! RELAXA...ESTÃO GANHANDO BEM DEMAIS PARA SEREM DESOCUPADAS!!!!!KKKKK

    ResponderExcluir
  4. INFELIZMENTE TENHO QUE CONCORDAR COM OS COLEGAS, É VERGONHOSA ESSA ATITUDE DO NOSSO SECRETÁRIO, POIS DESVALORIZA A COORDENADORA E A DIRETORA, QUE SEMPRE ESTÃO Á FRENTE DE TUDO E QUE DÃO A PALAVRA FINAL, PARA MELHOR ANDAMENTO DO CEI.

    ResponderExcluir
  5. E o Minimo de uma aposentadoria de um professor ninguem se preocupa?A aposentadoria de um professor é uma vergonha!Eu sinto vergonha da Lei aprovada Pelo nosso querido Fernando Henrique.....Sinto nojooooo

    ResponderExcluir
  6. ACHO QUE NINGUÉM PERCEBEU QUE ESSE AUMENTO FOI UMA JOGADA POLÍTICA,FICO TRISTE QUE AINDA EXISTEM PROFESSORAS QUE COMO A COLEGA QUE DIZ QUE DIRETOR E COORDENADOR SÓ SERVE PARA IR A COORDENAÇÃO POIS ELA ESTA MUITO MAL INFORMADA HOJE CHAMADA DIRETORIA DE ENSINO, POR ISSO SEMPRE BATO NA MESMA TECLA PROFESSOR TEM QUE ESTAR SEMPRE ATUALIZADO, SOU DIRETORA DA REDE CONVENIADA HÁ 6 ANOS E SEMPRE CORRI ATRÁS DE ESTAR COM A PRESTAÇÃO EM DIA E PREOCUPADA COM O ANDAMENTO DO CEI,ALIAS E COM ESSA PRESTAÇÃO DE CONTAS QUE AS PROFESSORAS E A EQUIPE DE APOIO SEMPRE RECEBEM EM DIA, POR OUTRO LADO TENHO O SABADO QUANDO NÃO SOU CONVOCADA A TRABALHAR NOS FINS DE SEMANA PARA IR AO CABELEIREIRO PORQUE UMA LINDA MULHER NÃO PRECISA SER DIRETORA MUITO MENOS COORDENADORA PARA FICAR LINDA E BELA, ESTOU INDIGNADA POIS TEMOS SIM TODA RESPONSABILIDADE PRINCIPALMENTE QUANDO NÃO TEMOS PROFESSORES COMPROMETIDOS COM A EDUCAÇÃO, O AUMENTO NÃO FOI OFENSIVO POIS PROFESSORAS REALMENTE COMPROMETIDAS MERECEM MUITO MAIS , COMO TAMBÉM NÃO PODEMOS ESQUECER DA COZINHEIRA E AUXILIARES QUE RECEBEM UM SALÁRIO HORRENDO A CLASSE EM GERAL DEVE SER BEM REMUNERADA, MINHA COORDENADORA ESTA DESMOTIVADA POR ESSA FALTA DE RESPEITO. FICA AQUI MINHA I INDIGNAÇÃO.

    ResponderExcluir
  7. Boa Noite!
    Sou professora de uma CEI conveniada e gostaria de saber se a verba com o reajuste já foi repassada para todas as ONGS. Pois hoje tive um curso com mais de 50 professoras de diferentes CEIS (conveniadas)e todas já receberam este aumento, hoje recebi meu pagamento e não houve nenhuma diferença no salário. Se puderem me ajudar ficarei grata pois estou indignada com esta situação, como umas recebem e outras não???

    ResponderExcluir
  8. Olá, respondendo a colega acima o aumento foi repassado sim para as ONGS que por sua vez teriam a obrigação de repassar as professoras. Não sei se posso lhe ajudar com essa informação mas acredito que você possa buscar amparo no sindicato da categoria. E quanto ao restante dos comentários temos que nos manifestar sempre com atitudes que desmotivam, constrangem e diminuem qualquer que seja o profissional não importando a sua função, todos temos que ser valorizados e reconhecidos por nosso trabalho e por mérito, desde a auxiliar de limpeza a direção, pois trabalhamos no mesmo ambiente e merecemos respeito, principalmente respeito de pessoas como este cidadão ou cidadã, que diz que: "- COORDENADORES E DIRETORES, SOMENTE SERVEM PARA IR À COORDENAÇÃO E DIRETORIA DE ENSINO, OU SEJA CABELEIREIROS, MANICURES E ATÉ UM HAPPY H. DURANTE A SEMANA!!! RELAXA...ESTÃO GANHANDO BEM DEMAIS PARA SEREM DESOCUPADAS", infelizmente temos que conviver com esses tipos de pessoas, mesquinhas e tacanhas e que por infortúnio recebem o titulo de "PROFESSOR (a)" e ainda se acham no direito de serem respeitados (as) como tal!!!!!.

    ResponderExcluir
  9. BOA TARDE!SOU PROFESSORA DO CEI E ESTOU CURSANDO A FACULDADE DE PEDAGOGIA NO SEGUNDO SEMESTRE,GOSTARIA DE SABER SE TENHO O DIREITO DE RECEBER ESSE AUMENTO, POIS FUI ENFORMADA QUE NÃO TENHO DIREITO SE ALGUÉM ENFORMAR EU AGRADEÇO.

    ResponderExcluir
  10. Para quem tem dúvidas sugiro contatar o sindicato. Veja mais em: http://sindsepforte.blogspot.com/2010/09/piso-de-1200-para-professoras-das.html

    ResponderExcluir
  11. Olá ! estou com a mesma dúvida da colega acima, sou formada em Letras, sou registrada como Professora de Educação Infantil e curso complementação pedagógica que termino este ano agora em dezembro, porém estão dizendo que não tenho direito ao aumento, como fica isso? Na sala de aula sou pedagoga, mas pela lei não ????? Apesar de ser registrada como tal ???
    Poxa! As diretoras e coordenadoras não tiveram aumento?? Mas Por que será ??? Fazem as unhas na própria Cei e querem aumento pra que ? Pra sobrar mais tempo ainda... ???
    Dentro das Ceis não somos respeitadas como professoras, não nos pedem licença para invandir nossas salas, diferente de qualquer outra instituição onde a própria direção chega na porta da sala de aula e educamente pede licença para entrar. Elas querem mais o que para não fazer nada????

    ResponderExcluir
  12. Pessoal,
    Eu acredito que bons e maus profissionais temos em todas as categorias. Sou Diretor de CEI e veja muitas professoras de outros lugares reclamando de colegas, da mesma forma que eu tenho minhas críticas à postura de algumas professoras. Não faz sentido dizer que creches ou escolas podem funcionar bom sem diretores, coordenadores e professores comprometidos com uma missão e um projeto político pedagógico construído coletivamente. Se isso não acontece as crianças pagam o preço. Leiam: "Estudo mostra que só 1% das creches são boas" em http://sindsepforte.blogspot.com/2010/06/estudo-mostra-que-so-1-das-creches-sao.html
    Outras coisas que não acontecem sem unidade são as vitórias. O governo Kassab é especialista em trabalhar com a divisão dos trabalhadores. Se vocês querem avançar devem lutar pela unidade contra os patrões que não são os diretores ou qualquer funcionário dentro da creche ou CEI. Insisto que devem procurar o sindicato e cobrar espaço para debate e discussão sobre a luta de vocês. Patrão nenhum dá alguma coisa porque é bonzinho. O sindicato de vocês é o SITRAEMFA. Deixei os dados de contato no artigo que publiquei: http://sindsepforte.blogspot.com/2010/09/piso-de-1200-para-professoras-das.html

    ResponderExcluir
  13. SÉRGIO, POR FAVOR QDO É QUE O NOSSO SINDICATO IRÁ SE PRONUNCIAR SOBRE O DISSÍDIO, NÃO TEMOS NENHUMA NOTÍCIA A RESPEITO.

    ResponderExcluir
  14. trabalho 9 horas por dia numa creche conveniada, o certo não seria 8 horas?? o que não consigo entender é que toda semana tem supervisão da prefeitura, será que eles não veem isso? , ou a instituição camufla o horario de funcionamento. Peço Sergio que reforce a fiscalização quanto o horário de funcionamento dos CEIS

    ResponderExcluir
  15. O dissídio que trata este artigo é o dos trabalhadores de creches conveniadas com a Prefeitura de São Paulo. O SINDSEP não representa essa categoria. Quem o faz é o SITRAEMFA - veja que publiquei a informação e o contato desse sindicato:
    http://sindsepforte.blogspot.com/2010/09/piso-de-1200-para-professoras-das.html

    ResponderExcluir
  16. Quanto à questão da jornada, a lei brasileira prevê 44 horas semanais. Quem trabalha nove horas no dia, deve ter uma hora de almoço garantida por lei. Há uma campanha na CUT para aprovar a lei da redução de jornada para 40 semanais. Veja em:
    http://sindsepforte.blogspot.com/2010/09/cut-campanha-pelas-40-horas-semanais-ja.html
    Sou da rede direta e também não estou na diretoria do SINDSEP. Como já disse quem deve fiscalizar se os direitos trabalhistas estão sendo cumpridos nos CEIs conveniados é o Sitraemfa.
    informações e o contato desse sindicato:
    http://sindsepforte.blogspot.com/2010/09/piso-de-1200-para-professoras-das.html
    abraços

    ResponderExcluir
  17. A nossa indiganação é grande em relação ao aumento de mais de 40% para a categoria, sendo que diretor, coordenador e auxiliares não receberam de forma justa e igual, tenho professoras na minha creche que não tem faculdade de pedagogia, somente o magistério que também é válido, a pergunta é como pode, fizemos a faculdade pra que? pra sofrer injustiças?pra ter somente titulo?

    ResponderExcluir
  18. se eu fosse voces teriam vergonha de demorar tanto tempo para dar um dissidio de 10% para a categoria de coordenador e diretor. é tão pouco que não dá para nada. o mais triste ainda é as entidades conveniadas esperar pela prefeitura para dar o aumento das outras categorias e vice versa. os dois se ausentam da responsabilidade de aumentar o coordenador e diretor. caro colegas vamos usar o bom senso e tomar uma decisão viavél para todos. aguardo postagem.

    ResponderExcluir
  19. CARO SÉRGIO, ESSE SINDICATO NÃO ESTÁ COM NADA, É FRAQUIIINHO, ACHO QUE TEREMOS MESMO É QUE ENTRAR EM GREVE SÓ PRA VER SE ELE SE PRONUNCIA

    ResponderExcluir
  20. sergio antiqueira, o gato comeu sua lingua.Ou concorda em genero , numero e grau.pois estamos com a razao.

    ResponderExcluir
  21. precisamos de que some na nossa situação e não que subtrai. se vc, sergio nunca sabe responder nada , saia e coloque alguem que consiga sanar nossas duvida. aumento das demais categorias. e não adianta falar entra em contato com o sindicato , que esse também é uma robada. tem alguem que pode ajudar de verdade.Ou temos que partir para o ministerio da educação e contar o que esta acontecendo .

    ResponderExcluir
  22. Primeiro não foi uma pergunta, foi só uma opinião ou uma retórica. Depois, você não diz se fala do SITRAEMFA que é o sindicato de vocês e eu não conheço, ou se é o SINDSEP que só é fraco porque a direção majoritária o deixou assim. Minha luta é no sentido de com os filiados tornar o SINDSEP FORTE. Por fim. eu nunca vi ninguém fazer greve por conta própria, sem um sindicato, ou no mínimo, uma liderança.

    ResponderExcluir
  23. AH, esqueci... Eu não escrevo com a língua, rsrsrs
    abraços

    ResponderExcluir
  24. Respondido o penúltimo comentário anônimo, respondo o último. Não sei se você percebeu, mas se não percebeu, eu explico. Isso aqui é um blog pessoal meu, não é um site de nenhum sindicato. Sem mim, não existe esse blog. O blog chama SINDSEP FORTE porque sou filiado a esse sindicato dos servidores municipais de São Paulo e quero que ele seja forte já que me representa. PAra fortalecer os trabalhadores do serviço público, percebi que a informação e o debate tendo a internet como ferramenta é uma boa estratégia. Porém, essa matéria, assim como outras tem chamado a atenção e interesse de profissionais das creches e CEIs conveniados, disposição que eu gostaria que tivessem os servidores. O que eu respondo ou informo aqui, o faço de boa vontade e iniciativa pessoal, não por obrigação. Não tenho nenhuma. Posso encerrar essa atividade a qualquer momento. Não recebo para isso e não sou diretor de nenhum sindicato. E se o fosse como já fui, poderia ter meu blog que ainda seria pessoal. O que eu souber sobre a questão de vocês vou continuar informando. Os recursos para buscar informação que tenho usado, todos os leitores aqui têm, a internet. O sindicato que indico é o único que representa vocês legalmente. Se você tem queixas de seu sindicato, faça como eu participe de suas reuniões, bote a boca no mundo, debata com seus colegas, abra um blog de discussão, e se for preciso dispute a eleição para dar outra direção para o sindicato. A internet é uma ferramenta, que auxilia muito na informação, divulgação, mobilização e organização dos trabalhadores. Mas não substitui atos, reuniões e assembleias. Entendeu agora?

    ResponderExcluir
  25. acho que ficou bravo, e o nome de seu blog é sindsep fraco. pois não aceita críticas. beijos. rsrsrsrs..............rs!

    ResponderExcluir
  26. ah! e o seu nome é sergio antiquadro , ja deve ter mil anos de cargo de diretor. rsrsrsrsrsrsbj!

    ResponderExcluir
  27. Você está vendo os dois comentários publicados acima? Estão aí porque eu quis. Eu posso continuar publicando esse tipo de comentário.
    Ou não.
    Dica para realizar comentários críticos com qualidade:
    1- evite generalizações contra grupos, classes, categorias - costumam ser preconceituosas, pois tomam todos pelo exemplo de um;
    2- identifique quem está sendo criticado, uma determinada pessoa, um sindicato, cite o nome;
    3- diga que conduta está sendo criticada, o que não está sendo feito e como deveria ser feito;
    4- se não tiver certeza das afirmações que faz, pesquise, ou deixe dúvidas;
    5- ofensas querendo atingir a imagem das pessoas não são críticas, são somente ofensas e não serão publicadas;
    6- Identifique-se, mesmo que utilizando um nome fictício, pois permite o diálogo entre os comentaristas.

    ResponderExcluir
  28. Comentários ofensivos não serão publicados!
    contatos via e-mail: srantiqueira@ig.com.br

    ResponderExcluir
  29. GENTE ESSE SALARIO PARA PROFESSOR AINDA É POUCO POIS TODOS SÃO QUALIFICADOS, PAGARAM CARO POR UMA FACULDADE, E ISSO E PISO PARA CARGA HORARIA DE SEIS HORAS NÃO DE OITO COMO AS POBRES TRABALHAM, E AFINAL DE CONTAS O SOL É PARA TODOS E QUANDO VEMOS COLEGAS DE UMA MESMA CATEGORIA BRIGANDO PORQUE UM RECEBEU AUMENTO E OUTO NÃO, É VERGONHOSO.

    ResponderExcluir
  30. oi sou professora de uma cei ,eu queria saber se é verdade que foi aprovada a lei que as professoras de cei convenida só vão trabalhar 6 horas ,também gostaria qual portaria

    ResponderExcluir
  31. Até onde sei, a redução de jornada parece especulação. Se alguém tiver outra informação, comente.

    ResponderExcluir
  32. boa noite Sergio, gostaria de saber se há alguma lei em debate para a redução da carga horaria nas creches conveniadas, pois trabalho em uma comunidade e a jornada de trabalho é de 9 horas ,sem contar o horario de almoço, gostaria de saber se há possibilidade de ser aprovada uma lei que nos beneficie.

    ResponderExcluir
  33. Não conheço nenhuma lei em discussão a respeito. Creio que o assunto corre por estar na pauta de reividicações de vocês. Nâo sei se é o governo quem trataria disso, pois creio que seria uma negociação entre sindicato e as entidades que contratam o pessoal das conveniadas.

    ResponderExcluir
  34. Informações sobre pisos, salários, cargos e jornadas das creches/ceis conveniados, veja em:
    http://sindsepforte.blogspot.com/2010/11/creches-conveniadas-salarios-e-jornadas.html

    ResponderExcluir

Caro Visitante,
Publicaremos todos os comentários e opiniões que não sejam considerados ofensas, calúnias ou difamações que possam se reverter em processo contra os autores do blog.
Após publicados, os comentários anônimos não serão mais removidos.
Comentários identificados pela conta ou e-mail poderão ser removidos pelo autor ou a pedido.
Gratos,
Os editores.