terça-feira, 6 de setembro de 2011

Funcionários públicos - baderneiros!!

image
Kassab e suas prioridades – foto: Marco Godoy/Sindsep

Recebi um e-mail com o texto abaixo, bem interessante, que vale a divulgação. A imagem é um recorte da foto é do colega jornalista do SINDSEP, Marco Godoy.

Amigos leitores!

Estava eu, passando pela rua Vergueiro ontem, quando me deparei com uma cena inusitada. Um bando de de baderneiros, arruaçando na avenida com faixas, cartazes e apitos.
Atentei para alguns rostos e me pareceram familiares alguns deles. Notei se tratar dos funcionários da SVMA que lutam por aumento nos salários e condições melhores de trabalho.
Ora bolas! Um absurdo essa manifestação? Querem aumento de salário?O prefeito não já aumentou em 0,01%? Querem mais que isso?
Funcionários estão sempre descontentes né? A sobrecarga de funções, o excesso de deliberação, falta de gente, tudo isso faz parte. Funcionário público tem que valer por dois mesmo. Melhor, se dividir em 3. Tem de servir o estado, a população e sua própria família. Esta deve vir por último.
Ainda têm a ousadia de querer comparar seu aumento de salário com o do Kassabão. Se o Kassab teve aumento de quase 100% esse ano, é por sua luta incessante contra a corrupção e por sua história política. Ele foi... foi... foi vereador!! Mesmo que ninguém lembre, foi sim um vereador em 1995. Ah, e nao podemos esquecer que foi secretario do Pitta. Tá certo que aumentou seu patrimonio na época em mais de 300%, mas foi graças a sua competência. Tanto que um grande desembargador mandou pararem com um processo que queria saber como ele tranformou a competência em recurso financeiro.
O Kassab aumentou seu patrimonio de meros 100 mil, para 5 milhoes em apenas 10 anos de dedicação à vida pública. Um gênio! Precisa desse aumento de salário para se equiparar a sua condição financeira.
Não posso deixar de me revoltar com o descalabro desses servidores, em criticar o aumento de 250% dos secretários. É uma ofensa!!
Nossos secretários estão lá por formação acadêmica, por capacidade técnica. Jamais ocupariam um cargo técnico por amizade, esquema ou qualquer coisa dessas. Estão lá por pura competência técnica. Afinal, é um cargo importante. Não vemos muito suas ações, porque não temos a mesma capacidade intelectual para interpretar suas ações. Mas estão lá, incansavelmente trabalhando.
No mais, acho essa greve descabida. Afinal, os servidores tem tudo que precisam para servir a sociedade. Um mesa, uma cadeira, uma garrafa de café, e são tão bem considerados, que possuem um acúmulo de funções nos seus cargos. Jamais São Paulo valorizou tanto seus amados servidores como nessa gestão.

Silvano - Projeto Mais Verde

4 comentários:

  1. Texto interessantíssimo! Prende a atenção. Vou divulgá-lo por e-mail, com a sua permissão, Sérgio, citando o autor.

    ResponderExcluir
  2. Fique à vontade Priscila. O conteúdo do blog é público!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom Sérgio!
    Abraços.
    Alex.

    ResponderExcluir
  4. Puxa, na UBS que trabalho temos um balção gelado e alto, cadeiras arrebentadas ameaçando-nos com os ferros a vista e café e água pra beber, se levarmos de casa, claro. Mas para atender pessoas que esperam 2 a 3 horas, não precisa mais, não é mesmo?
    O lado bom é que, pelo menos pra nós funcionários, não falta alcool pra passar nas mãos já que a pia do banheiro não tem água.
    Ah! E tem dias que, se atendemos rápido, com alegria, atenção, muita paciência e MUITA sorte, ninguém briga com a gente! :)

    ResponderExcluir

Caro Visitante,
Publicaremos todos os comentários e opiniões que não sejam considerados ofensas, calúnias ou difamações que possam se reverter em processo contra os autores do blog.
Após publicados, os comentários anônimos não serão mais removidos.
Comentários identificados pela conta ou e-mail poderão ser removidos pelo autor ou a pedido.
Gratos,
Os editores.